Um guia para a Vida

"…
Nossos dias estão contados. Neste preciso instante, milhares de pessoas estão a nascer, algumas das quais vão viver apenas alguns dias ou semanas e morrer de doença ou de outra causa. Outras estão destinadas a viver um século, talvez mesmo mais do que isso, e a provar tudo que a vidatem para lhes oferecer: o triunfo, o desespero, a alegria, o ódio e o amor. Não se pode saber. Mas quer vivamos um dia ou um século, uma questão subsiste: qual é o sentido da Vida? O que dá sentido à nossa vida?
O sentido da existência é a procura da felicidade. Parece ser do foro do bom senso, e certos pensadores ocidentais, de Aristóteles a William James, concordam com esta ideia. Mas uma existência orientada para a busca da felicidade individual não será inevitàvelmente egocêntrica ou mesmo egoìsta? Não necessáriamente. Com efeito, vários estudos têm mostrado que as pessoas mais infelizes são as mais egocêntricas, associais, rancorosas e mesmo agressivas. As pessoas felizes, pelo contrário, são geralmente mais sociáveis, flexiveis, criativas e estão aptas a suportar as frustrações do dia a dia do que as pessoas infelizes. E , sobretudo , são mais bondosas e generosas do que as pessoas infelizes."
……………………………….
 
Do livro: Um guia para a vida
Dalai Lama
 
Dalai Lama é mais um mestre como outros tantos que admiro em certos conceitos desta realidade que nos cerca; não dou por perca de tempo os minutos que demorei a transcrever uma parte do texto,
 
Joaquim Carlos
 
 
 
 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s